Os benefícios dos exercícios físicos durante a gestação.



Na década de 90, o American College of Obstetricians and Gynecologists (ACOG), reconheceu que a prática da atividade física regular no período gestacional, deveria ser desenvolvida desde que a gestante apresentasse condições apropriadas. A partir de então, vários estudos foram realizados e conclui-se que a prática de exercícios físicos regulares durante a gestação pode trazer diversos benefícios para a gestante e para o feto. Dentre os benefícios trazidos, pode-se destacar que o exercício físico controlado: Reduz e previne as lombalgias, devido à orientação da postura correta da gestante frente à hiperlordose, que comumente surge durante a gestação. Diminui as dores nas mãos e membros inferiores, o que ocorre devido à diminuição da flexibilidade das juntas. Reduz o estresse cardiovascular, o que se reflete, especialmente, em freqüências cardíacas mais baixas, maior volume sangüíneo em circulação, maior capacidade de oxigenação, menor pressão arterial, prevenção de trombose e varizes e redução do risco de diabetes gestacional. Contribui para a autoconfiança e auto-estima da gestante, diminui o ganho de peso, o risco de parto prematuro e a incidência de cesárea. Ainda não existem recomendações padronizadas de atividade física durante a gestação. Contudo, o American College of Obstetricians and Gynecologists, recomendou que a atividade física gestacional seja de intensidade regular e moderada, devendo-se evitar treinos em freqüência cardíaca acima de 140 bpm. Alguns tipos de atividades físicas são indicadas, como musculação, exercícios aeróbicos, alongamento, caminhada e andar de bicicleta. Estudos demonstram que a musculação auxilia na manutenção da massa magra, enfatizando-se exercícios que contemplem os grandes grupos musculares. As gestantes que possuam alguma complicação, como doença cardíaca ou infecciosa, hipertensão, sangramento, diabetes, risco de parto prematuro, tireóide, anemia, obesidade mórbida, tabagismo, dentre outros, deverão procurar orientação médica antes de iniciar qualquer atividade física. Lembre-se que qualquer exercício físico deve ser acompanhado de um profissional de educação física capacitado e se durante a gestação surgirem sintomas como dor abdominal, cólicas, sangramento vaginal, tontura, náusea ou vômito, palpitações e distúrbios visuais, a gestante deve interromper imediatamente a prática esportiva. Nilvano Gonçalves Cref: 016728-G/PR