Mitos da musculação: o que é realmente verdade?



A musculação sempre foi a atividade mais praticada nas academias, e o número de adeptos cresce diariamente devido aos grandes benefícios que essa atividade trás a saúde das pessoas. Com o passar dos anos pesquisas são realizadas, desmistificando ideias sobre o treinamento e seus resultados. Confira nessa matéria os mitos que acercam muitas pessoas que estão iniciando na musculação. • Mulher não pode treinar braços ou treinar pesado pois ficará musculosa Mito. O aumento exagerado dos músculos ocorre através de outros fatores, não trata-se apenas de treinar pesado, essa é uma das exigências. Uma alimentação totalmente voltada para o ganho de massa muscular, utilização de recursos ergogênicos, genética favorecida, são exemplos de fatores que devemos levar em conta para ocorrer esse crescimento fora dos padrões estéticos desejados pela maioria das mulheres. Treinar pesado resultará em músculos mais fortes, tonificados e definidos, realçando as curvas femininas, tornando-se um corpo mais atraente e resistente. É extremamente difícil para mulher conseguir aumento do volume muscular, pois ela depende de fatores hormonais, como por exemplo a testosterona, que chega ser até 30 vezes menor do que nos homens. • Para definir é preciso fazer mais repetições e aumentar a velocidade do exercício. Mito. O fato de fazer muitas repetições ou realizar numa velocidade maior não traz grandes benefícios estéticos e fisiológicos. Independente do objetivo, na musculação devemos enfatizar o treino com maior carga possível, sempre buscando atingir a fadiga muscular nas últimas repetições das séries. Quanto a velocidade de execução dos exercícios, também chamada de cadência, quando feita de forma muito rápida não traz grandes benefícios. Algumas pesquisas, sugerem que a cadência ideal seja realizada contando 2 segundos na fase de contração e 2 segundos na fase de extensão, com uma pausa visível na transição das fases. Dessa forma temos uma maior solicitação das fibras musculares que estamos exercitando, gerando maiores ganhos de força e hipertrofia. • Para diminuir a circunferência da cintura o melhor exercício são os abdominais? Mito. Os exercícios abdominais fortalecem e tonificam os músculos, que estão escondidos atrás da gordura. Os exercícios abdominais garantem uma melhor postura, diminuem as dores na coluna e previnem uma série de problemas relacionados a coluna. A melhor forma de reduzir a gordura abdominal é através de uma reeducação alimentar e prática regular de atividade física. O uso de suplementos alimentares para acelerar a queima de gordura também ajudam no processo, mas não fazem milagres. É primordial que antes de utilizar qualquer suplemento, seja feito um acompanhamento nutricional da dieta que devemos seguir. Equivocadamente muitas pessoas realizam um número grande de repetições abdominais, ou fazem exercícios abdominais todos os dias. É importante citar, que os músculos abdominais possuem estrutura e características semelhantes de outros músculos do corpo humano, dessa forma é recomendado treinar esse músculo da mesma forma dos demais, obedecendo os princípios do treinamento. • Quanto mais tempo eu passar me exercitando melhor? Mito. Um treino intenso de 20 a 30 minutos pode representar muito mais benefícios que um treino longo com mais de 60 minutos de duração. Intensidade alta é a principal forma de atingirmos nossos objetivos na musculação. Um fator que muitas vezes passa despercebido nos treinos de musculação é o intervalo de descanso entre as séries. Por distração, a maioria das pessoas acaba descansando mais tempo do que deveria, diminuindo a intensidade e os benefícios do treino. Fonte: Folha da Mulher