Glúteo dos sonhos I: Como conquistar o preparo perfeito



Independente da faixa etária ou biotipo corporal das mulheres, observa-se que a principal preocupação entre elas está relacionada à estética dos membros inferiores. É comum a aluna ingressar na academia e, logo no início, listar ao professor como objetivos perda de gordura abdominal e aumento do volume de glúteos e coxas, portanto, exercitar apenas o abdômen e membros inferiores. Cabe ao professor explicar a importância de realizar exercícios também pra membros superiores, a fim de proporcionar um corpo simétrico e com boa postura, não só pela relação com a estética, mas também com a saúde. A mulher biologicamente possui características que favorecem o acúmulo de gordura localizada na região das coxas e dos glúteos, além da presença da indesejada celulite. Os exercícios, muitas vezes, não farão com que haja uma diminuição da gordura localizada ou da celulite, benefício melhor alcançado com a associação de exercícios aeróbicos e resistidos (musculação) a uma dieta alimentar bem elaborada, porém a hipertrofia muscular, ou seja, o aumento de massa magra nessa região com certeza contribuirá para uma melhor aparência. A partir daí, surgem várias dúvidas a cerca dos melhores exercícios para ativar esses músculos de maneira mais eficiente e que tragam resultados satisfatórios, principalmente para o glúteo, o queridinho das mulheres. Dentre os exercícios mais bem conceituados e difundidos na literatura, visando este objetivo, podem-se citar o agachamento, afundo (conhecido também como agachamento unilateral), levantamento terra com joelhos estendidos (stiff) e leg press. O Agachamento, em especial, vem sendo considerado o melhor exercício pra membros inferiores, pois abrange várias articulações do corpo, entre elas: coluna vertebral, quadril, joelhos e tornozelos. Durante o agachamento ocorre a flexão do quadril quando se está descendo com a barra, na extensão do quadril, ou seja, na volta à posição inicial entram em ação os isquiotibiais (músculos da parte de trás da coxa) e glúteos. Ele pode ser classificado como meio agachamento (flexão de joelhos menor ou igual a 100°) e agachamento total, também conhecido como máximo ou profundo, quando os isquiotibiais tocam os gastrocnêmios (músculos da panturrilha). Uma boa opção para exercícios como o agachamento seria a utilização do cinturão pélvico com o objetivo de auxiliar os músculos abdominais na manutenção da postura, porém, não vale utilizar o mesmo para todos os exercícios, ok? Isso levaria a uma condição psicológica não favorável ao relaxar a musculatura abdominal durante a execução de outros exercícios, por isso priorize o auxílio apenas com cargas elevadas ou em caso de desconfortos na região lombar. Acompanhe esta coluna para saber mais sobre os outros exercícios (afundo, stiff e leg press) que contribuem para turbinar o seu glúteo e vá a praia de biquíni e sem shortinho no próximo verão, lembrando que é preciso muita dedicação nos treinos e foco na dieta para alcançar os resultados o mais rápido possível. Para esclarecer dúvidas a repeito da execução correta dos exercícios, a intensidade e volume adequados para o seu objetivo e para saber se você está apta para realizá-los consulte seu (ua) professor (a) da academia. Bom treino! Fonte: Folha da Mulher