Como os alimentos podem ajudar a proteger sua pele neste verão.



            Com o aumento da temperatura nesta época do ano, a exposição ao sol também aumenta. Primeiro, porque há a preocupação em vestir roupas mais leves, e também, por coincidir com o período de férias, as pessoas acabam freqüentando mais praias, piscinas, parques etc. Isso faz com que se redobre a atenção quanto aos cuidados com o sol, pois a exposição incorreta ou excessiva aos seus raios pode causar danos à saúde como a foto-imunossupressão (deficiência do sistema imune causada por irradiações), o foto-envelhecimento, o câncer de pele e também o aumento da produção de radicais livres, que são moléculas produzidas e neutralizadas naturalmente pelo corpo, mas que em casos de exposição excessiva aos raios UVA e UVB causam danos às células. Uma das formas mais comuns de proteger-se destes raios é a utilização de filtros solares tópicos. Mas, aliado a eles, já vêm sendo estudadas formas proteger-se através da ingestão de determinados nutrientes. Tais nutrientes seriam os chamados antioxidantes e estão presentes em alimentos ricos em vitaminas C, E, os carotenóides (betacaroteno, licopeno e luteína) e os compostos fenólicos (veja quadro). Estes, atuam como fotoprotetores, como por exemplo os carotenóides, que reduzem a sensibilidade da pele às queimaduras solares. A vitamina A, auxilia no desenvolvimento e na manutenção das células da pele. As vitaminas C e E podem ajudar a reduzir o efeito dos radicais livres, retardando o envelhecimento da pele. Foi comprovado através de estudos, que a ingestão de vitamina C reduz o aparecimento de rugas cutâneas e também que o ácido linoléico diminui a secura e a atrofia da pele. Os alimentos ricos em compostos fenólicos, inclusive, atuam não só na proteção da pele como também na prevenção de doenças crônicas de populações que os consomem com freqüência. Vale lembrar que o excesso de ingestão destes ou de quaisquer outros nutrientes não potencializam os resultados, pelo contrário, podem acarretar danos à saúde. Por isso, ingerí-los através dos alimentos ao invés de por meio de suplementação é a forma mais aconselhada e segura. Para saber as quantidades recomendadas e quais alimentos os fornecem busque a ajuda de um nutricionista. E não esqueça, jamais deixe de usar o filtro solar quando for se expor ao sol. Você deve associar uma alimentação saudável ao uso deste produto e de maneira alguma substituí-lo. Bom verão! Cristiane Bonato – Nutricionista CRN8-PR: 5843

NUTRIENTES ANTIOXIDANTES E SUAS FONTES
Antioxidante Onde encontrar?
Vitamina C Acerola, kiwi, laranja, limão, maracujá, pimentão e pimenta malagueta.
Vitamina E Sementes de girassol, nozes, amendoim e gérmen de trigo.
Carotenóides

  1. Betacaroteno
  2. Licopeno
  3. Luteína
Vegetais verde escuro, laranja e amarelos como: espinafre, cenoura, abóbora, manga, mamão e couve. Alimentos vermelhos em geral: tomate e derivados, goiaba vermelha, melancia e pimentão vermelho. Vegetais de folhas verde: espinafre, couve e repolho.
Compostos fenólicos e flavonóides Em frutas cítricas (limão, laranja e tangerina), na cereja, uva, ameixa, pêra, mamão e outras. Também em hortaliças como brócolis, repolho roxo, tomate e outras. Nos chás verdes e pretos.