Barriga tanquinho depende 80% da alimentação



Faça uma pesquisa informal com seus amigos mais próximos e pergunte: você gostaria de ter uma barriga tanquinho? É possível que a maioria responda que sim, mas logo em seguida virá a queixa: “impossível barriga tanquinho. Teria que malhar horas na academia”. Com certeza você terá que investir na atividade física, mas não é só isso. A alimentação deve que ser equilibrada. Segundo especialistas, a barriga tanquinho depende 80% de uma boa alimentação. De acordo com a matéria publicada no portal IG – clique aqui e leia o material na íntegra –, diversos estudos mostram que deficiências nutricionais e maus hábitos à mesa, como a ingestão excessiva de gorduras saturadas, carboidratos simples e sódio, provocam alterações e refletem na saúde e na estética. E o que deve entrar no cardápio de quem quer secar? “Dê preferência a verduras, legumes e frutas, alimentos de fácil digestão. Aumente o consumo de fibras para ajudar no funcionamento do intestino e diminuir a sensação de abdome estufado. E tome muita água”, conta Natália Colombo, nutricionista funcional da Clínica NCnutre, de São Paulo. Ficou curioso pra saber como “secar”? Então clique aqui e veja as dicas de alimentos que você deve reduzir do cardápio para conseguir o resultado desejado! Boa leitura!