A importância de treinar o ano todo sem grandes interrupções



Um medo muito comum que arremete grande parte dos praticantes de musculação é a estagnação dos resultados, vulgarmente chamada de “estacionada”, ocorre quando não notamos mais nenhum tipo de benefício com as atividades físicas que estamos praticando. Tudo parece perfeito: dieta balanceada, sono da melhor qualidade, treinamento intenso e mesmo assim não percebemos nenhuma melhora em nosso corpo. Tal estado é muito comum, e provavelmente quem pratica musculação há mais tempo com certeza já sofreu desse mal. Mas será que realmente isso é um mal? Não ter resultados após um árduo tempo de treinamento intenso é algo tão ruim assim mesmo, ou será que existe um lado positivo para isso? A verdade é que mais cedo ou mais tarde, o treinamento resistido deixa de ser o único fator para que possamos melhorar nossa forma física, e então é necessário olharmos com mais atenção para outras direções. Capacidade aeróbia. Através de uma melhora na capacidade cardiovascular pode estar a chave do sucesso para melhorarmos nosso rendimento no treinamento resistido, isso por que nossa condição aeróbia está diretamente relacionada com a capacidade de recuperação muscular entre os intervalos de descanso das séries de musculação. Recursos ergogênicos. Podem estar aliados ao treinamento, e então promover um aumento do desempenho, seja por aumento de força direta ou aumento da motivação para treinar. Não confundir com os suplementos alimentares que são uma forma de complementar ou substituir uma refeição. Dieta balanceada. Ingerir a quantidade correta de nutrientes é essencial para termos o resultado esperado. Quando objetivamos perder peso, obrigatoriamente temos que pensar em gastar mais calorias do que estamos ingerindo, e ao contrário disso apenas se quisermos ganhar peso. Aqui neste ponto é onde entram as vitaminas e sais minerais, que são necessários também para aumento da massa muscular e recuperação pós treino. Sono de qualidade. Quando dormimos relaxamos nosso organismo e possibilitamos um estado de recuperação muscular e mental, através de alguns hormônios secretados pelo organismo. Quando o sono não é suficiente, acordamos cansados e sem vontade de treinar, isso por que ficaram resquícios em forma de dor muscular e stress psicológico do treino anterior, ainda não estamos 100% renovados. O sono varia conforme indivíduo, sendo comumente estipulado como ideal um período de 8 horas, mas não há regra para afirmarmos com precisão quantas horas de sono são necessárias para cada pessoa. Agora se esses 4 itens estiverem em total harmonia com o treinamento resistido, e mesmo assim a ausência de resultados estiverem o atormentando, é sinal que você já treina a algum tempo e seu corpo está enfrentando uma importante fase, onde seu organismo passará por adaptações e estará se adequando a essa nova carcaça mais forte, com pouca gordura e uma capacidade aeróbia acima da média. De um modo geral, quanto mais tempo conseguirmos nos manter nesse novo padrão, mais tempo será necessário para que os resultados obtidos sejam anulados e voltemos a estaca zero. Chamamos esta etapa de consolidação, onde tornamos sólidos e duradouros os resultados conquistados.

Professor Glênio Stival Gaspari CEO Única Fitness – CREF: 011901GPR